O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

This is my essence




O próximo ano, 2016, será assim para Dóris Me. 
Crazy and definitive:


Sabe, 2015 foi um dos anos mais difíceis que passei. E ainda não terminou. Revi e refiz contatos com pessoas maravilhosas. Conheci outras muito legais.

Mas decepcionei-me também. Porque conheci o egoísmo na essência. Conheci o que nem de perto pensei que existisse. Talvez porque, apesar dos anos que carrego, sempre espero o melhor das pessoas. E enxergo isso. Mas quem não enxerga o seu próprio melhor, não pode sê-lo de verdade, não é? Então, como tê-lo? 

Escolhi mal. Equivoquei-me. Mas corri riscos. Como é de minha natureza intensa e verdadeira. Intensamente verdadeira. Adrenalizante Dóris. Mesmo quando não sou completa, sou adrenalina.

As questões profissionais, passaram por uma enorme mudança, que já vêm acontecendo a um tempo. E em 2016, novas definições surgirão. Precisam acontecer.

Foi um ano lento. Porém intenso por dentro. Adrenalina e mansidão. Necessidade de definição.

Sempre digo que as 3 piores dores que alguém pode passar na vida, em ordem (e não é dito somente por mim, é dito por muitos psicólogos, entre outros), são:

1 - A morte de alguém que amamos
2 - A separação de um amor ou sentimento romântico profundo
3 - Uma demissão ou perdas profissionais

Pois então. O ano não foi nada fácil. Por sorte ou questão de energias/destino/carma, não passei por um desses números. Mas mesmo assim, não foi um ano fácil. E farei de tudo para 2016 ser muito melhor. Muito melhor.

As previsões políticas e econômicas são pessimistas? Sim, mas não serão “PIORES PARA DORES (Dóris é com “i”, inseri com "e” para rimar)”.

Por isso, a primeira e a segunda imagem desse post definem o que buscarei em meu futuro. Que representam muitas coisas para mim.

A primeira dessas coisas, diz respeito a como tratarei o mundo e as pessoas. E em consequência, como me tratarei.

O novo ano representa esses desafios, para DÓRIS ME:


May the force be with you (Nós precisamos) = definições profis

Fugir, sempre que o sinal der sinal, de pessoas assim, não enxergar sempre o lado bom = construir relações sólidas

Definir espaços possíveis e transformar lugares nos melhores possíveis = e se possível, ir atrás do que nunca é impossível

Ser merecedora de quem merece = não precisa ser o Kelly Slater, tudo certo

Será um ano de definições profissionais, emocionais e logísticas. 
O novo ano, será o ano da fênix. Cansei de ser o não ser. 

Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email