O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

sábado, 27 de setembro de 2008

Elemento Vital: EU


A vida é um verdadeiro processo sistêmico. Com certeza você sabe do que estou falando. Não importa quem está lendo esse texto: qualquer pessoa, em algum momento da vida, já passou (ou vai passar), pelo chamado PROCESSO SISTÊMICO DE VIDA. Ou se você preferir, causa-efeito, consequência, processo divino. A questão é: nada acontece por acaso. É preciso perceber as tendências, as possibilidades de futuro, o que pode acontecer se a gente faz algo não tão legal agora. O presente tem reflexo do passado e efeito no futuro.

HELLLLO!!! Nas empresas, isso é fato concreto, real e verdadeiro. Se você é Gestor e diz assim “A minha equipe é ótima, fazemos um bom trabalho e é isso que importa”, OPA, FICA LIGADO: na verdade, sua equipe não deve ser somente eficaz entre vocês, seu departamento deve entregar trabalhos corretos para os outros departamentos. E se você que é assistente diz “Eu faço a minha parte”, sem se preocupar se o processo está correto a partir da entrega do seu serviço, OPA, FICA LIGADO 2: algo não anda bem. Se você percebe que outro colega (não importa o setor) poderia fazer melhor, diga para ele. Fale, mas fale com o objetivo do bem, de melhorar o processo, e não “contar vantagem”.

Processo sistêmico nas empresas é o seguinte: TODOS FAZENDO TUDO MUITO BEM. Realmente envolvidos, sabendo que fazer as coisas “meia boca”, vai refletir no processo, mais adiante. Isso é sério, mesmo!

Nós estamos inseridos nos elementos da natureza e não estamos sozinhos, onde a TERRA, FOGO, ÁGUA E AR dependem um do outro e de nossas atitudes. Essa ligação é o maior exemplo na natureza do que é processo sistêmico. E vale diretamente para as empresas.

E na empresa que você trabalha, acrescento mais um elemento vital para a corporação: VOCÊ, que ajuda o construir o TODOS.

Diga assim: o QUINTO ELEMENTO DA MINHA EMPRESA SOU EU. EU FAÇO PARTE.

domingo, 21 de setembro de 2008

People have the Power



Tem gente que pensa que vencedores são somente aquelas pessoas que tem dinheiro, status ou poder.

Vencer está muito mais ligado ao FAZER ACONTECER do que necessariamente nas 3 primeiras coisas. Vencedor é apaixonado. Vencedor sabe agradecer e sabe elogiar. Sabe admitir o erro e começar de novo. E de novo. Vencedor é aquele que dá toda a alma naquilo que faz, que treina mais, que deixa mais gotas de suor pelo mundo, que joga mais. Nem sempre faz gol, nem sempre chega ao pódio. Mas quer chegar. E sabe que vai chegar. Vencedor quer aprimorar-se o tempo todo em tudo que representa sua especialidade. E respeita a especialidade dos outros. Sabe que não pode ser o melhor em tudo, mas sai da caverna, vai lá e tenta. Respeita o que cada membro da equipe tem de melhor. Acima de ser craque, quer que todos da equipe sejam craques. Vencedor quer vencedores por perto, porque vencer, contagia. E ele sabe que “vai dar bola fora”, ás vezes. Mas ao menos, tentou “encestar”...

Olha o que o Michael, o Jordan falou: "Eu perdi mais de 9.000 lances na minha carreira. Perdi quase 300 jogos. Vinte e seis vezes eu confiei em fazer o lance final vencedor... e perdi. Eu falhei repetidamente na minha vida. E é por isso que eu tenho êxito." Tem gente que consegue isso: FAZER ACONTECER. Sabiam que está caindo por terra aquela visão do “somente planejador”? SIM, precisamos planejar, mas olhe só: "Os pequenos atos que se executam são melhores que todos aqueles grandes que se planejam" (George C. Marshall).

Por isso, empresas são feitas de pessoas. People have the power.

Ei, viva o lado Coca Cola-Cola da Vida. O que é isso? É o lado assumido de viver, o lado envolvido de viver. Viver sem emoção e trabalhar sem dedicação, é o mesmo que ser um zumbi de ações, voltado para o “não-fazer”. Mais que planejadores, o mundo precisa de jogadores! E aqui fica a mensagem de um moço, brasileiro, maior de idade, bacaninha e respeitado, que foi vencedor não tanto pelas corridas que ganhou, mas especialmente por sua postura, como pessoa e profissional: "Eu sou parte de uma equipe. Então, quando venço, não sou eu apenas quem vence. De certa forma, termino o trabalho de um grupo enorme de pessoas." Quem disse isso? Ai, ai, ai. Ayrton Senna. Da Silva.

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email