O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

sábado, 7 de agosto de 2010

O título de doutor e os técnicos




Tenho que confessar que isso sempre me irritou. As pessoas valorizarem tanto essa de títulos de mestrado, doutorado, ETECÉTERAETAL.

Mas o que mais me irrita, é chamar quem não é doutor, de doutor. Ou doutora.

Veja mais aqui http://pt.wikipedia.org/wiki/Doutor e aqui http://www.sindipoldf.org.br/noticias/noticia.php?id=4691&ano_atual=2009

Achei na internet, e replico partes aqui:

Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, em seu Dicionário, ensina que doutor é "aquele que se formou numa universidade e recebeu a mais alta graduação desta após haver defendido tese em determinada disciplina literária, artística ou científica". Na prática, porém, chamamos o juiz, o procurador, o delegado e o promotor, fisioterapeutas, nutricionistas, advogados e mesmo políticos mesmo sem aquela mais alta graduação universitária, de "doutor".

O Brasil é o país com o maior número de doutores no mundo. Basta ser advogado, delegado, ou qualquer tipo de autoridade, que você já se julga, ou lhe tratam como doutor. Senadores, deputados, vereadores, políticos, juízes e administradores públicos em geral, usurpam sem vergonha o título supostamente acadêmico. Por quê? A lei não confere aos detentores desses cargos públicos a denominação de doutor. A linguagem técnica, recomendável até por uma questão de etiqueta, indicaria chamá-los por senhor juiz, senhor procurador, senhor delegado, senhor promotor.

Semelhante prática atinge aos profissionais da saúde. Chama-se o médico de doutor. Não seria técnico chamá-lo por senhor médico? Etimologicamente, o vocábulo "doctor" procede do verbo latino "docere" ("ensinar"). Significa, pois, "mestre", "preceptor", "o que ensina". Da mesma família é a palavra "douto" que significa "instruído", "sábio".

Sábio. Sábio?

De tempos em tempos, volta a dúvida, a discussão: quem é doutor/doutora? Devo/posso chamar meu médico de "doutor"? E um advogado pode assim se denominar? E os cirurgiões-dentistas, os engenheiros, os enfermeiros, os fisioterapeutas? "Doutor" não é apenas quem defende tese em Curso de Doutorado? Afinal, "doutor" é título ou forma de tratamento?

Conheça a sentença judicial que trata do assunto:

Em 2005, o juiz Antônio Marreiros da Silva Melo Neto, entrou na justiça contra o condomínio onde mora em Niterói, no Rio de Janeiro, para decidir se os funcionários e moradores do edifício deveriam ou não tratá-lo por “doutor”. Os autos estão com o condomínio, para apresentação de contestação.

Marreiros apelou da sentença do juiz Alexandre Eduardo Scisinio, da 9ª Vara Cível de Niterói. Scisinio entende que não compete ao Judiciário decidir sobre a relação de educação, etiqueta, cortesia ou coisas do gênero.

De acordo com o juiz Scisinio, “doutor” não é forma de tratamento, e sim título acadêmico utilizado apenas quando se apresenta tese a uma banca e esta a julga merecedora de um doutoramento. O título é dado apenas às pessoas que cumpriram tal exigência e, mesmo assim, no meio universitário.

Ele ressaltou, ainda, que o tratamento cerimonioso é reservado a círculos fechados da diplomacia, clero, governo, Judiciário e meio acadêmico, mas na relação social não há “ritual litúrgico” a ser obedecido.


Tá, mas se você é doutor de fato e de direito, se liga: é tão ridículo essa de tituluzinhos de doutor ou o diabo a quatro na frente de sua assinatura, ou em uma descrição de seu cargo ou profissão, ou ainda, um certificado colado na parede! Além de arrogante, é claro. Respeito quem o faça, mas fico com o pé atrás (até uns calafrios), sei lá, me dá uma sensação de que aquela pessoa, se precisa mostrar tanto assim e o tempo todo, talvez não tenha muito mais a mostrar. Desculpa eu falar, tá bem?

E aqui, mais um alerta: no mundo que vivemos, de rapidez urgente e chega de blábláblá, os técnicos estão ganhando espaço. Não que um bom diploma de bacharelado ou um mestradozinho e MBA não ajudem, claroooooooo que sim. Doutorado então, putz, claroooooooo que sim. Mas sem essa de tituluzinho na frente. Larga de ser besta, ô xente!!!!

Não julgue ninguém só pela cara. E nem pelos titulos. Eles só fazem parte do todo, tá ligado?

domingo, 1 de agosto de 2010

Viver mais e melhor




Pessoal, meus leitores e leitoras fofos e fofas! Sei que não sou da área da saúde nem tampouco um exemplo de nutrição adequadíssima, mas acho relevante registrar no meu blog amado, algumas dicas legais que tenho encontrado por aí. Acompanhem o quem vem a seguir.

Conselhos das Universidades de Medicina: Harvard e Cambridge publicaram recentemente um compêndio com conselhos saudáveis para melhorar a qualidade de vida de forma prática e habitual:

1) Tome um copo de suco de laranja diariamente para aumentar o ferro e repor a vitamina C.
2) Salpique canela no café (mantém baixo o colesterol e estáveis os níveis de açúcar no sangue).
3) Troque o pãozinho tradicional pelo pão integral (o pão integral tem 4 vezes mais fibras, 3 vezes mais zinco e quase 2 vezes mais ferro que tem o pão branco).
4) Mastigue os vegetais por mais tempo. Isto aumenta a quantidade de químicos anticancerígenos liberados no corpo. E quanto menos se cozinham os vegetais, melhor efeito preventivo eles têm.
5) Adote a regra dos 80%: servir-se menos 20% da comida que costuma comer, evita transtornos gastrointestinais, prolonga a vida e reduz o risco de diabetes e ataques de coração.
6) O futuro está na laranja, que reduz em 30% o risco de câncer de pulmão.
7) Faça refeições coloridas como o arco-íris. Comer diariamente variedade de vermelho, laranja, amarelo, verde, roxo e branco em frutas e vegetais, cria uma melhor mistura de antioxidantes, vitaminas e minerais.
8) Coma pizza, macarronada ou qualquer outra coisa com molho de tomate.Mas escolha as pizzas de massa fininha. O licopeno, um antioxidante dos tomates, pode inibir e ainda reverter o crescimento dos tumores; é melhor absorvido pelo corpo quando os tomates estão em molhos para massas ou para pizza.
9) Limpe sua escova de dentes e troque-a regularmente.As escovas podem espalhar gripes e resfriados e outros germes. Assim, é recomendado lavá-las com água quente pelo menos quatro vezes por semana (aproveite o banho no chuveiro), sobretudo após doenças, quando devem ser mantidas separadas de outras escovas.
10) Realize atividades que estimulem a mente e fortaleçam sua memória.Faça alguns testes ou quebra-cabeças, palavras-cruzadas, aprenda um idioma, alguma habilidade nova. Leia um livro e memorize parágrafos; escreva, estude, aprenda. Sua mente agradece e seus amigos também, pois é interessante conversar com alguém que tem assunto.
11) Use fio dental e não mastigue chicletes. Acredite ou não, uma pesquisa mostrou como resultado que as pessoas que mastigam chicletes têm mais possibilidade de sofrer de arteriosclerose, pois tem os vasos sanguíneos mais estreitos, o que pode preceder a um ataque do coração. Usar fio dental pode acrescentar seis anos a sua idade biológica porque remove as bactérias que atacam aos dentes e o corpo.
12) Sorria. Uma boa gargalhada é um pequeno exercício físico: 100 a 200 gargalhadas equivalem a 10 minutos de corrida. Baixa o estresse e acorda células naturais de defesa e os anticorpos.
13) Não descasque com antecipação. Os vegetais ou frutas, sempre frescos, devem ser cortados e descascados na hora em que forem consumidos. Isso aumenta os níveis de nutrientes contra o câncer. Sucos de fruta têm que ser tomados assim que são preparados.
14) Ligue para seus parentes/pais de vez em quando. Um estudo da Faculdade de Medicina de Harvard concluiu que 91% das pessoas que não mantém um laço afetivo com seus entes queridos, particularmente com a mãe, desenvolvem pressão alta ou doenças cardíacas.
15) Desfrute de uma xícara de chá. O chá comum contém menos níveis de antioxidantes que o chá verde, e beber só uma xícara diária desta infusão diminui o risco de doenças coronárias. Cientistas israelenses também concluíram que beber chá aumenta a sobrevida depois de ataques ao coração.
16) Tenha um animal de estimação. As pessoas que não têm animais domésticos sofrem mais de estresse e visitam o médico regularmente, dizem os cientistas da Cambridge University. Os mascotes fazem você sentir-se otimista, relaxado e isso baixa a pressão do sangue. Os cães são os melhores, mas até um peixinho dourado pode causar um bom resultado.
17) Coloque tomate ou verdura fresca no sanduíche. Uma porção de tomate por dia baixa o risco de doença coronária em 30%, segundo cientistas da Harvard Medical School.
18) Reorganize a geladeira. As verduras em qualquer lugar de sua geladeira perdem substâncias nutritivas, porque a luz artificial do equipamento destrói os flavonóides que combatem o câncer que todo vegetal tem. Por isso, é melhor usar á área reservada a ela, aquela caixa bem embaixo ou guardar em um vasilhame escuro e bem fechado.
19) Coma como um passarinho. A semente de girassol e as sementes de sésamo nas saladas e cereais são nutrientes e antioxidantes. E comer nozes entre as refeições reduz o risco de diabetes.
20) Uma banana por dia quase dispensa o médico. A banana previne a anemia, a tensão arterial alta, melhora a capacidade mental, cura ressacas, alivia azia, acalma o sistema nervoso, alivia TPM, reduz risco de infarto, e tantas outras coisas mais.
21) Veja um mix de pequenas dicas para alongar a vida:
- Comer chocolate: duas barras por semana estendem um ano a vida. O amargo é fonte de ferro, magnésio e potássio.
- Pensar positivamente: pessoas otimistas podem viver até 12 anos mais que os pessimistas. Além disso, pegam gripes e resfriados mais raramente, são mais queridos e menos amargurados.
- Ser sociável: pessoas com fortes laços sociais ou redes de amigos têm vidas mais saudáveis que as pessoas solitárias ou que só têm contato com a família.
- Conhecer a si mesmo: os que priorizam o “ser” sobre o “ter” têm 35% de probabilidade de viver mais tempo, e de ter maior qualidade de vida.


Vamos tentar? Depende mais da gente (desde o inicio), do que da sorte. Mas o inicio pode ser hoje.

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email