O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

domingo, 6 de dezembro de 2015

Pare de chamar o pênis do seu filho de pintinho



Acho uma enganação danada ficar dando uns nomes esquisitos ou isquisitos para ELE e para ELA. Chama os nomes técnicos, pôxa! Ao menos, não aqueles nomes infantis! Fale pênis. Pênis não é palavrão!

Uma criança pode não entender porque chamamos seu pênis de pintinho. Afinal, pintinho é o que ilustrei no início dessa postagem, ora bolas!

Quando tratarmos o sexo de forma mais natural, metade dos problemas do mundo, podem acabar.

Porque se vivêssemos de forma mais lógica e ao mesmo tempo visceral o sexo, tudo se transformava em amor. É difícil? Os problemas do dia-a-dia acabam com as relações? Sim e não.

É uma questão de querer. DE MANTER. É fácil? Não! Impossível? Não! Tem que querer de dois lados? Sim!

Ninguém passa em nossas vidas por acaso. Ninguém. Não importa se 5 anos ou 5 dias. Tudo que for de verdade e intenso, marca. E DEIXA MARCAS. E na boa, não importa a ninguém, a não ser a ambos, o que pensavam.

ISSO É VIDA. Isso é permitir-se fazer diferente. Isso é especial. Viver é. E na melhor das hipóteses, pode não passar. Veja: https://www.youtube.com/attribution_link?a=WyZxCvMa3bo&u=%2Fwatch%3Fv%3D0188lyqYA3Y%26feature%3Dshare

Você pode tentar permanecer. E se permanecer por muito tempo? Por muito, muito tempo? Nunca esqueça: https://www.youtube.com/watch?v=PQB5z0ukHiQ



E POIS ENTÃO. A arte imita a vida. Veja a chamada da nova novela da Globo:" De todas as ligações entre um homem e uma mulher, a mais perigosa é o amor".

E EU DIGO: A que mete mais medo, a mais desejada e a mais procurada. E, ironicamente, aquela que as pessoas mais fogem.

E sexo? Tipo assim: leia, faça. Tente. Experimente. Tudo vem da mente. Que não mente. Prá si mesmo. Mesma.

Cincoenta Tons de Cinza: Eka. Não importa o tom. Importa a mente. E algumas coisinhas mais. Quer ler sobre erotismo? Kamasutra, miga. E vá fazer. Leia quem concorda comigo: http://revistatpm.uol.com.br/blogs/berlimmandaavisar/2015/02/06/5-motivos-para-nao-assistir-50-tons-de-cinza.html

E essa é polêmica. Regina Navarro Lins: http://reginanavarro.blogosfera.uol.com.br/

Não encontrei o link da entrevista de Regina Navarro Lins, realizada por Larissa Roson na ZH de 6 de dezembro de 2015. Li a matéria-entrevista na versão impressa, e vale muito a pena. Concordando ou não (pode-se concordar com tudo, nada ou algumas coisas), vale a pena ler.

A verdade é que sexo já deveria ter deixado de ser algo que causa constrangimento ou polêmica. Sexo é bom e deu. Ou espero, que um dia, seja. E deu prá bola. Ops, chocou? Ohhhhhhh!

Não é fácil concordar com tudo que ela coloca. Acho que não tenho esse desprendimento total, que ela fala. Mas sempre é bom pensar a respeito. Procurar entender a mente. Procurar entender o que se sente. Ao menos na mente, não se mente (já falei isso antes).

A verdade é: não existe relação real entre homem e mulher, sem química. Qualquer outra coisa, é amor fraterno. Romântico ou sexual, entre um casal, no way o fraterno.

Não acredito em relações por conveniência. De que forma seja, não são nossa verdadeira essência. Então, não tem essa de "amor por interesse". Não dura muito. Não tem a menor lógica.

Desperdício de vida. Desperdício de tempo e tesão. Ou da falta dele. E vida sem tesão, meu irmão... no es vida!

O mesmo vale para as relações que duram anos por durar. Triste sina. E no mínimo, todos já viram no mínimo, uma vida assim. Espero que não, a sua própria.


Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email