O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Coisas de Querer





Dias de vento. Dias lentos. Dias de dentro. Dias que mudam você.



Dias que fortalecem. Aquecem. Que esquecem. Entristecem. E nos ajudam a esquecer.



Dias que nos fazem ver. E não crer. E não querer. Por querer.



Dias de ardor. De amor. De dor. Dias em que tudo que não se quer, é supor.



Dias, santos dias de fênix. Noites de fênix! E o que rimar com ênix. Ou quase.



Dias que fazem você perceber que não basta querer. Quem disse que tudo é assim? Pelo sim?



Dias de recomeço. Porque é o começo. Ou enlouqueço. Ou padeço. Estremeço.



Dias de vermelho, preto, amarelo, branco e azul. Dias de cor. E ardor.



Dias que são de dia. Dias que podem ser de noite. Tome nota no note.



Dias que você paga prá ver. Porque não quer crer. Pois vai doer.



Você tem dias assim. De marfim. De sim. Porque o carmim é ruim. O fim.
Ou o começo. Sem tropeço. Mas porque mereço.



O sim nos enriquece. Mas o não, nos fortalece. É só ver. Prá crer.



Sem doer. Porque alguns, demoram prá perceber. E com isso, perder.



Ou se muda a rima. Dias de ganhar. Para amar. E recomeçar.

E nessas, felicidade pode ser representada assim, quando o homem que você quer e que você queira que queira querer você, canta isso: https://www.youtube.com/watch?v=Zm5V_b47IM8

O resto, é o resto. Isso é la vie.

E essa música, é do coração. Sem noção. De montão.

Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email