O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Experienciar com calor adrenalizado




Quem me acompanha a mais tempo, sabe que amo a palavra EXPERIENCIAR.
EXPERIENCIAR é mais amplo que viver. É VIVER INTENSAMENTE. Qualquer que seja a experiência.
ADRENALIZAR A VIDA.
Amo a empresa, o case Cirque Du Soleil por isso. Ela é o maior símbolo da palavra EXPERIENCIAR.
Nem todos gostam, nem todos entendem essa adrenalina.
Em minhas aulas, sempre perguntava: "Quem gostaria de ir a um show do Cirque"?
Para minha extrema surpresa, tinha gente que não via graça em um show do Cirque. Não queria ir.
Para Dóris, isso é difícil de entender. Alguém não curtir o Cirque? O intenso? Hello.
Mas sim. Existem pessoas que não o querem. Não as entendo. Respeito. Não entendo.
Sou feliz porque minha vida é repleta de experienciações. Algumas não tão Cirques. Mas são da vida.
Mas experienciar sempre com emoção. Não com frieza. E sabendo que isso, deve envolver sentimentos. Pessoas. Gente.

Acredito nisso. Vivi, vivo e viverei isso.
"Talvez eu seja enganado inúmeras vezes...
... mas não deixarei de acreditar que em algum lugar alguém merece minha confiança." (Aristóteles)
  

Se as pessoas fizessem mais isso... seriam realmente DO BEM.


É fato. O problema é que palavras, enganam. Atitudes que parecem ser, também. E nossa... realmente, pode ser bem difícil. E o item 16 do texto abaixo praticamente inviabiliza muita gente. Sempre disse isso. Ai, ai, ai:
16) Se ele é incapaz de entender que seu passado lhe tornou quem você é, e que seu passado, assim como o dele, vai caminhar sempre com vocês - queira ele ou não.



Eu acredito nisso. Tudo que você não se entrega, não faz parte de você. Sempre vale a pena ser intenso. E se não é, não vale a pena. Eu gosto do Arnaldo Jabor, mas não sei se concordo plenamente com tudo isso: "Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam. Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro? Existe gente que precisa da ausência para querer a presença. O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta. Nada de drama." (Arnaldo Jabor) 

ASSIM FUNCIONA O AMOR. É isso que sempre acreditei. Complementaridade. Isso soma. Veja: https://www.youtube.com/watch?v=zoABdL0EoMQ

Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email