O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

domingo, 31 de janeiro de 2016

De como uma comédia pode transformar-se em uma tragédia




Líderes estranhos nascem da loucura

Já falei outras vezes sobre liderança. E líderes. E tenho medo de líderes estranhos. Ah, se tenho.

Pesquisei frases polêmicas. E surgiram essas (sabe de quem são?):

"O erro da ditadura foi torturar e não matar".
"Seria incapaz de amar um homossexual. Não vou dar uma de hipócrita aqui: prefiro que um filho meu morra num acidente do que apareça com um bigodudo por aí".
"A PM devia ter matado 1 mil e não 111 presos" (sobre o massacre do Carandiru).
"Mulher deve ganhar salário menor porque engravida".
"Não te estupro porque você não merece" (para a deputada Maria do Rosário).
"Na ditadura, a gente comprava arma na Mesbla e ninguém sofria com a insegurança como hoje".

VOCÊ APOIA ISSO? Você acha que isso é pouco ou irrelevante? Veja isso: https://www.youtube.com/watch?v=HyaqwdYOzQk#t=240

GENTE! GENTEEEEEEEEM! Como alguém pode achar isso defensável? PASSÍVEL DE DEFESA??? 

Olha o que ele fala da bomba atômica, meu!
FHC fuzilado?
"Eles tiveram uma boa educação"... para a pergunta: "O que você faria se tivesse um filho gay?".
"Não entraria em um avião tripulado por um cotista e nem seria operado por um médico cotista."
A resposta a Preta Gil, para a pergunta: "Se seu filho se apaixonasse por uma negra, o que você faria?"
E a resposta: "Eu não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Meus filhos foram muito bem educados. E não viveram em ambiente, como lamentavelmente, é o teu."
WHAT IS THIS? Completamente SURREAL! INACREDITÁVEL.

Bem que alguém poderia criar hashtags irônicas do tipo: nãoquerobombaatômicanobrasil OU nãoquerofuzilarquemtemopiniãodiferentedaminha OU euamomeufilhooufilhagay OU euamonegroounegraesoubrancaoubrancoenãosoupromíscuapromíscuo...

E esse texto abaixo muuuuito me representa. Muito. Ótima reflexão. Diga NÃO ao mau humor. Diga NÃO ao atraso. Atraso sob todas as formas. Diga não ao retrocesso.

Separei os trechos muito bons desse ótimo texto do Túlio Milman: 
"A gente pode perder quase tudo, mas, se perder o humor, será o fim."
"De uma hora para outra, começamos a achar que os emburrados crônicos têm razão."
"A indignação fácil e burra se fortalece. Ganha espaço. Vira moda."
"Pobres dos que ainda confundem mau-humor com seriedade."



O texto abaixo tanto inspirou-me que separei essa imagem acima e a abaixo para ilustrar o que alguns estão pretendendo. 



E saliento essa parte do texto:
"De um lado, o século 21 e suas causas...
... Do outro, os nostálgicos da tradicional família...
... branca,
... triunfante,
... heterossexual e...
... armada dos anos 50."

Separei essa frase: "Discursos homofóbicos, racistas, chauvinistas seduzem quem se sente inseguro - em casa, no emprego, no próprio corpo - ao mesmo tempo em que despertam a ira e o desprezo de quem está razoavelmente confortável no século 21."

Se você tem cérebro, leia esse brilhante texto da ótima Claudia Laitano. Texto que também ME REPRESENTA: http://zh.clicrbs.com.br/rs/opiniao/colunistas/claudia-laitano/noticia/2016/01/noblesse-oblige-4963493.html


Sempre falei isso: do preconceito nosso de cada dia! PERCEBA: ele existe e está entre nós.

Talvez pelas imagens acima seja mais fácil entender o que quero dizer. U-hu-hu! Palmas ao "De volta ao passado - parte 1.000.000.000".

Famílias tradicionais ou não, são uma opção (aliás, quem disse o que está valendo? Família é quem se ama).

Ser branco ou negro é uma questão de nascer (ou seja, isso não é uma opção).

Se você, como eu, é heterossexual, respeite outras orientações sexuais.

Triunfar é relativo. Triunfar sobre o que? A que custo? De que forma?

Armar-se, tem certeza? Armar a população é a solução?

Mas eu tenho mania de não desistir. Puxa.

Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email