O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Big Data: em dados confiamos



Estive em evento da ADVB (em Porto Alegre-RS), nesse mês, e registro meus apontamentos a respeito de questões abordadas, minha interpretação. Além de pesquisas na internet, posteriores ao evento, estimuladas pelo mesmo. Compartilhando!

“Diz-se que o Big Data se baseia em 5 V's: velocidade, volume, variedade, veracidade e valor. Big Data é um termo amplamente utilizado na atualidade para nomear conjuntos de dados muito grandes ou complexos, que os aplicativos de processamento de dados tradicionais ainda não conseguem lidar.” (FONTE: INTERNET)


  • Ciência aliada a Marketing = esse é o novo perfil do profissional de Marketing
  • Só o bonitinho não cola mais; é preciso substância, conteúdo = ciência ajuda nisso
  • Coisas sustentáveis são vitais
  • Geração de histórias
  • Velocidade sem burocracia
  • Agir com simplicidade
  • Empresa e mercado precisam trocar dados, nada mais é relevante se não for compartilhado

E o paradoxo de um mundo digital: cada vez mais livros de papel/físico! Pessoas querem o toque... voltar à essência.
·       
          Bots (TENDÊNCIA A TEMPOS): “Bot, diminutivo de robot, também conhecido como Internet bot ou web robot, é uma aplicação de software concebido para simular ações humanas repetidas vezes de maneira padrão, da mesma forma como faria um robô”.

BIG DATA ENVOLVE:
  • 1.    Volume de informações
  • 2.    Variedade de informações (foto, vídeo, texto, realidade aumentada)
  • 3.    Velocidade
  • 4.    Veracidade de dados
  • 5.    Respeito e privacidade dos dados

“Data driven marketing tem uma definição tão óbvia quanto parece. É o marketing orientado a dados e refere-se a decisões e ideias que surgem a partir da análise das informações coletadas sobre o cliente. É a base do machine learning e do marketing preditivo. Na real, seria uma Big Data Social”.

“Empoderamento é a ação social coletiva de participar de debates que visam potencializar a conscientização civil sobre os direitos sociais e civis. Um outro sentido para empoderamento é o seu termo em inglês empowerment, que pode ser traduzido como “delegação de autoridade”, que consiste numa abordagem a projetos de trabalho que se baseiam na delegação de poderes de decisão, autonomia e participação dos funcionários na administração das empresas”.

“Zeitgeist (pronúncia: tzait.gaisst) é um termo alemão cuja tradução significa espírito da época, espírito do tempo ou sinal dos tempos. O Zeitgeist significa, em suma, o conjunto do clima intelectual e cultural do mundo, numa certa época, ou as características genéricas de um determinado período de tempo”. Veja: https://www.youtube.com/watch?v=5OZLr4mGYcI

A “Internet das Coisas” se refere a uma revolução tecnológica que tem como objetivo conectar os itens usados do dia a dia à rede mundial de computadores... tem a ver com Inteligência Artificial.

In Data We Trust = Em dados nós confiamos

Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email