O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Qual a sua cor? Teoria do Colorismo e Itten





Encontrei na internet e achei bem útil e interessante. Por isso, transmito prá vocês:


A técnica do Colorismo permite harmonizar o tom da pele com a maquiagem e até com a roupa.


Tudo começou com um pintor suíço chamado Johannes Itten, no início do século 20, que analisava o tom da pele, dos olhos e dos cabelos para estabelecer duas harmonias antagônicas: a primeira com tons frios, suaves e profundos, e a outra com tons quentes, vibrantes e de contrastes fortes.


Cada grupo de cores realça as tonalidades do seu conjunto pessoal, e é subdividido em duas estações, que determinam se os tons vêm mais fortes ou mais delicados. Inverno e Verão pertencem à harmonia prateada, e Outono e Primavera, à dourada. Descoberto o seu tom, é só tratar de deixar as cores mais harmônicas mais próximas à sua face - como blusas, maquiagem e acessórios, as peças da parte de baixo não influem tanto no resultado final.


Descubra seu tom:


- De dia, em frente ao espelho, num cômodo bem iluminado você vai precisar de dois pedaços de tecido maleável, um dourado e outro prateado.


- Para evitar que fios tingidos do cabelo interfiram na análise, prenda-os com uma faixa de cor neutra. Faça o teste vestindo uma camiseta branca e sem maquiagem.


- Diante do espelho aproxime o tecido dourado do rosto e repare se os olhos parecem mais brilhantes ou fundos, se as olheiras são realçadas ou disfarçadas, se a cor da boca e das bochechas é valorizada, se as rugas, manchinhas e espinhas ficam quase imperceptíveis. O dourado amarelo valoriza o rosto de quem pertence à harmonia fria; enquanto que o prateado empalidece a harmonia quente. O tom que deixar o seu rosto mais bonito e vivo revela a sua harmonia.


Harmonia prateada


Inverno



  • Tonalidades frias como prata e o branco. Cores fortes e vibrantes como o azul royal, vermelho, menta e pink caem super bem. Mulheres desse grupo são as únicas que podem usar o preto o ano todo sem medo de parecerem pálidas ou mais velhas. Para a maquiagem, tons de violeta ou berinjela nos lábios e nos olhos, além do blush rosado e rímel preto.


  • Cabelos: Preto, castanho escuro, castanho médio com toque avermelhado ou vinho e loiro platinado.


  • Olhos: Pretos, castanho escuro, castanho médio, azul turquesa, verde escuro e verde acinzentado.


  • Pele: Morena avermelhada, oliva, rosada ou clarinha. Entram na categoria a maior parte das orientais e as negras.


  • Invista nas cores: Framboesa, rosa bege, vermelho puro, argila, preto, verde pinho, menta, azul royal.


  • Evite as cores: Ocre, marrom e laranja.


Verão



  • Cores frias e tons pastéis, como verde pistache, rosa antigo, o azul jeans ou bebê. Essa mulher é pura e fica maravilhosa com visuais românticos. Ao invés de escolher a cor pura, tente o degradê, ou seja, troque o preto pelo cinza, por exemplo. Bijuterias, em tom prata. A maquiagem pede rímel marrom ou chumbo, blush puxando para o marrom e uva, e na boca violeta ou rosa queimado. As sombras são claras e também nesses tons.


  • Cabelos: Castanho em geral ou loiro com fundo acinzentado e loiro claríssimo.


  • Olhos: Em tons de cinza, azul profundo ou verde piscina.


  • Pele: Clara ou escura, a pele é bem rosada, principalmente da face até a altura do busto.


  • Invista nas cores: Cinza lua, marrom rosado, vermelho rosado, rosa flor, rosa batom, pistache, verde pastel, jeans.


  • Evite as cores: Preto, pink e amarelo.


Harmonia dourada


Primavera



  • Essa mulher conta com tons iluminados como o dourado e quente como o laranja, verde-alface, salmão e coral. Eles vêm claros e combinam entre si. Ela também combina com cores vibrantes e claras como azul celeste, verde tomate e amarelo. Bijuterias douradas valorizam as pessoas dessa estação. Nos lábios aposte em tons de coral. Se a estrutura do seu visual for os olhos, escolha sombra azul, rímel marrom escuro ou preto, e gloss cor de boca ou salmão.


  • Cabelos: Castanho escuro ou claro, loiro dourado e ruivo claro.


  • Olhos: Castanho escuro, mel, verde em geral e azul turquesa.


  • Pele: Clara, com maçãs do rosto rosadas ou com sardas, pele bege dourada, morena que se bronzeia facilmente e mulata dourada.


  • Invista nas cores: Pinhão, café com leite, mamão, coral mar, salmão, verde alface, verde pássaro, turquesa claro.


  • Evite as cores: Preto, cinza e carmim.


Outono



  • Mulheres outono têm afinidade com tons terrosos, amarelados como o ocre, vermelho terra e azuis esverdeados. Além disso, ela veste bem o turquesa e o hortelã. As mulheres desse grupo ficam lindas com berinjela, verde musgo, marrom queimado, bege claro ou cru. Os acessórios são dourado fosco, ouro envelhecido ou cobre. Na maquiagem opte por tons terrosos nos olhos e nas bochechas. Nos lábios a cor pode ser chocolate ou vinho.


  • Cabelos: Castanho escuro e acobreado, loiro do tipo dourado, palha ou manteiga e ruivo escuro.


  • Olhos: Castanho dourado ou esverdeado, verde oliva e azul turquesa.


  • Pele: Morena, pêssego, mulata ou negra com brilho dourado. Muitas mulheres desse grupo têm sardas.


  • Invista nas cores: Terra, amarelo queimado, laranja, coral claro, vermelho sangue, hortelã, turquesa escuro, verde mata.


  • Evite as cores: Cinza, preto e azul marinho.

Teoria de Itten

A teoria das cores sazonais foi inspirada nos estudos do artista e colorista Johannes Itten, da famosa escola Navhas, na Alemanha. Ele descobriu a força do colorido físico, na escolha de cores que os estudantes faziam para a própria pintura. Observou que as cores pessoais dos alunos eram, consistentemente, as complementares para os seus tons de pele, cabelo e olhos, tanto em tonalidades, como em intensidade. As teorias desenvolvidas por Itten tinham por objetivo o “Eu”: os estudantes deviam procurar o seu próprio ritmo e desenvolver uma personalidade harmoniosa.

A metodologia de Johannes Itten era baseada em dois conceitos opostos: intuição e método ou experiência subjetiva e cognição objetiva. O desejo de Itten era o de libertar o poder criativo individual do aluno e dar-lhe uma nova compreensão dos materiais e da Natureza, familiarizando-o com os princípios básicos, subjacentes a toda atividade criativa nas artes visuais, permitindo que cada aluno trabalhe na sua habilidade especifica.

Baseado nos estudos de Itten, Robert Dorr criou o Color Key System, que revolucionou a indústria de cosméticos, por classificar as peles em quentes ou frias.

Suzanne Caygill fez a mais profunda pesquisa de cores de pele, identificando 32 tipos, nos anos 40. Para simplificar o uso da cor e identificar o tipo de pele, desde então as peles estão classificadas em quatro grupos.

Quem mais difundiu este conceito nos últimos anos foi Claude Juillard, co-autor do livro Formes et Couleurs, mas antes dele, várias outras pessoas se dedicaram a manter esse conceito vivo. Claude foi o primeiro a criar um método, baseado na análise do comportamento (linguagem corporal) e nas características físicas. Foi um avanço grande, mas ainda limitado à percepção de como uma pessoa está e não de quem ela é.

Nos anos de 1980, consultoras de moda e imagem norte-americanas e européias, entre elas Carole Jackson, adaptaram os estudos do Sistema Sazonal de Cores desenvolvido por Itten, para a moda, aprimorando as cartelas de cores pessoais de guarda-roupa, acessórios, maquiagem e tinturação de cabelos para cada tipo cromático.

As cores que não pertencem à nossa cartela tornam nossa pele pálida, avermelhada ou esverdeada, desfavorecendo nossa imagem e causando um impacto negativo. As cores pessoais iluminam o rosto, e, em sintonia com a cor da roupa, acessórios e cabelos, favorecem a aparência como um todo, tornando-a mais interessante, harmoniosa e atraente.


E então, agora descubra a SUA COR!

Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email