O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

sábado, 15 de janeiro de 2011

Desastre no RJ 2011: Menino Nicolas e Dona Ilair




Estou triste. E toda vez que ouço noticias sobre o tema, é inevitável: lágrimas surgem nos olhos. E acredito que nos olhos de muitos, senão, de todos.

Vou separar o assunto “Desastre no Rio de Janeiro” em duas partes:

1) O desastre em si, as causas naturais e políticas
2) A solidariedade humana e as conseqüências psicológicas em 3 grupos de pessoas: para o que vivenciou a situação; para o que colaborou com quem vivenciou a situação e para quem está assistindo de longe.

Então, vamos ao tema:

1) O desastre em si, as causas naturais e a política

Ok: tem chovido muito, muita água e etc e tal. Lixo aos montes, inclusive, as pessoas não respeitando a coleta, separação do lixo e essas coisas. Efeito estufa e tudo mais. As conseqüências de nosso egoísmo ecológico. Sempre disse que ecologia não são os bichinhos ou plantinhas somente, somos nós mesmos. Gentessssss. Estaria a natureza se voltando contra a gente? Cuidado, Avatar...

E por que as autoridades políticas não fazem nada para evitar as catástrofes? Tá certo que aqueles que moram em regiões de risco, muitas vezes são avisados e não saem de lá, tá certo. Mas porque as autoridades permitem? Não existem formas de evitar isso?

O segundo ponto é como as autoridades estão lidando com o pós trauma: Dilma foi rápida de decisão, e por isso, tem o meu respeito. Veja: http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1410487-7823-DILMA+ROUSSEFF+PROMETE+AJUDA+FEDERAL+A+REGIAO+SERRANA,00.html

Sabe, esse desastre do Rio está servindo prá preparar outros governos, como já ouvi noticias que o que aconteceu aqui está gerando influência até em Nova York. E será que a gente aqui, no Brasil, fica alerta quando vê as catástrofes, "lá fora"?

É preciso pensar em políticas de “preparação para a guerra”, ou seja, estarmos preparados para quando o desastre acontecer. Para providenciar socorro ás vítimas, com maior agilidade. Isso pode significar mais vidas, VIVAS.

Veja: http://www.cartacapital.com.br/sociedade/enchentes-o-descaso-publico-que-constroi-o-cenario-do-desastre

2) A solidariedade humana e as conseqüências psicológicas em 3 grupos de pessoas: para o que vivenciou a situação; para o que colaborou com quem vivenciou a situação e para quem está assistindo de longe

Os problemas psicológicos geradas do trauma... acho que nunca mais se recuperam em quem viveu. O importante é encontrar a força, sei lá aonde, prá superar e suportar. Amenizar. Passar, acho que não passa. Infelizmente.

O que tem impressionado é a SOLIDARIEDADE VOLUNTARIOSA. Como as pessoas realmente se ajudam em situações como essa! Veja o que fala um psiquiatra: http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2011/01/solidariedade-em-tragedias-e-natural-do-ser-humano-diz-psiquiatra.html

E cuidado: com os nervos é flor da pele, que é a situação daqueles que lá estão, cuidado com os boatos. Já saíram 2: o rompimento de uma barragem e os saques em massa, ás lojas daquela região. Atenção a quem ouve, e respeito de quem cria, por favor.

Nisso tudo, tem 2 imagens de sobreviventes que me impressionaram: o pequeno Nicolas, com seu olhar penetrante e aparentemente “porque vocês todos estão tão nervosos, adultos?” e a atitude salvadora dos heróis da Ilair, que virou símbolo da luta pela vida.

Veja: http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1410512-7823-RJ+DONA+ILAIR+SOBREVIVE+A+ENCHENTE+EM+SAO+JOSE+DO+VALE+DO+RIO+PRETO,00.html

E mais:
http://odia.terra.com.br/portal/rio/html/2011/1/vida_sai_dos_escombros_em_meio_a_mortes_na_serra_137353.html

http://www.clicrbs.com.br/diariocatarinense/jsp/default2.jsp?uf=2&local=18&source=a3175519.xml&template=3898.dwt&edition=16294&section=846

COMO AJUDAR? Veja aqui: http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2011/01/saiba-como-ajudar-vitimas-da-enchente-no-estado-do-rio-de-janeiro.html

Veja as noticias sobre o assunto:

http://exame.abril.com.br/economia/meio-ambiente-e-energia/noticias/tragedia-ja-e-o-maior-desastre-natural-da-historia-do-brasil

http://noticias.uol.com.br/bbc/2011/01/13/enchente-no-rio-ja-e-a-6-mais-fatal-dos-ultimos-12-meses-no-mundo.jhtm

http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2011/01/enchente-no-rio-ja-e-a-6a-mais-fatal-dos-ultimos-12-meses-no-mundo.html

E vídeos:

http://g1.globo.com/videos/rio-de-janeiro/v/tragedia-no-rio-e-o-maior-desastre-climatico-do-pais/1410514/

http://g1.globo.com/videos/rio-de-janeiro/v/desastre-na-regiao-serrana-do-rio-desperta-o-sentimento-da-solidariedade/1409952/


Que a gente não esqueça prá tentar evitar novos desastres. Todo mundo pode ajudar. No mínimo, revendo sua postura perante a natureza. Afinal, a gente é parte dela. Avatar.

Um comentário:

Domartello disse...

Um forte abraço...Voce tem alma boa,teu DNA bom vem existindo pela eternidade e vai seguir pelo infinito.
Outro forte abraço.
Carlos.

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email