O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

sábado, 1 de abril de 2017

Armas, Violência e Militares


É. Isso não vale só para o Rio de Janeiro. É geral. A questão é: armar-se não é necessariamente a solução. A lei do olho por olho não é a melhor solução. Em tempos de ódio, não. Nem sempre o ataque, é a melhor defesa.

A questão do armamento da população envolve vários lados. Pensemos.

Será a solução o armamento da população? Os militares tomarem as ruas?
É não. Ou será?

Não se trata de isso ou aquilo. Quero ou não quero. Concordo ou não, simplesmente. Envolve análise.

É fato que a violência está gigantesca. E que as "Polícia" não estão dando conta, pela enormidade de casos.

Mas, calma. Pensa mais. E mais. Só um pouco. Se todos sairmos por aí, atirando? Isso gera segurança? Não me sentiria segura com isso.

Pois não basta saber atirar. É preciso preparo psicológico. Treinamento.

"Homens de bem"? Quem são? Na boa, essa questão é muito relativa. E a raiva, está solta. Ainda não somos uma sociedade madura para isso. E ainda não chegamos ao "The Walking Dead". Pensemos.

E quanto a volta dos militares às ruas? Na boa, esse é o radical do radical. A volta dos que não foram. Dá, não.

Vi em uma postagem, na internet:
"Eu morri, isso é o inferno e vocês não estão me contando".

Bem.
É bem provável que estejamos todos juntos em um “Lost”.

Podem contar.


Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email