O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

segunda-feira, 10 de abril de 2017

O poder da web


O poder da web se manifesta por alguns aspectos:

1) Fantasmas da web
Gente que é fantasma em rede social: os perfis fakes são um terror.
Como evitá-los?

  1. Ao receber o convite, pesquise o perfil.
  2. Veja se existem fotos de família ou de eventos, se a pessoa disserta de onde é ou o que faz.
  3. Avalie o conteúdo postado.
  4. Verifique se o perfil é recente.
  5. Verifique se vocês têm amigos em comum (e avalie o perfil desses amigos).
  6. Esse perfil é um perfil que agrega para seu currículo e negócios?
  7. Mande uma mensagem inbox perguntando de onde a pessoa lhe conhece.
  8. Isso tudo irá lhe proteger. Fique de olho.


2) Poder para mudar
Não subestime a força da internet. Ela gera mudanças SIM.

Já ouvi ou li gente que pensa que uma postagem na web não gera mudança alguma. Que o grande ato de mudança social é sair às ruas e tal. Grande engano. A Web é um grande palco. Palco da vida.

A questão é: o que você posta? O que seus amigos postam? O que as marcas que você admira postam? Dize-me o que postas, que te direis quem és. Já falo isso a muuuito tempo.

E sim. Você conduz a mudança no mundo. Seja você PF ou PJ.


3) Haters no controle
Você sabe o que é um Hater? Ele pode estar atrás de audiência? É. E ás vezes, ele está bem perto de nós.

Da internet: Haters é uma palavra de origem inglesa e que significa "os que odeiam" ou "odiadores" na tradução literal para a língua portuguesa. O termo hater é bastante utilizado na internet para classificar algumas pessoas que praticam "bullying virtual" ou "cyber bullying".


4) Polêmicas desnecessárias
As redes sociais não tem uma finalidade somente.

Podemos postar para divertir nossos seguidores. Podemos postar para gerar conteúdo. Ou para mostrar ao mundo, como pensamos. Por isso, existem tantos canais na Web. Tantos tipos de veículos.

E nem sempre estamos atrás de uma opinião. Quem precisa de uma opinião para tudo que pensa, nem sempre é empático. Não gerar polêmica à toa na web CONTRIBUI PARA UMA WEB DE MAIOR QUALIDADE. E mantêm amizades. Mais empatia, pessoas.


Pois então. Posicionar-se. Sim. E as redes sociais, têm força. Não ache chato falar sobre isso. Informe-se. Leia mais. Forme-se e forme. A sua própria opinião. E ajude outros a entender. Vão existir aqueles que terão admiração por você. E aqueles que vão lhe excluir. No primeiro caso, cresçam juntos. No segundo, sinto muito. Não viemos ao mundo a passeio. Viemos para fazer diferente e A diferença. Nem tudo que se posta nas redes sociais envolve sua vida. Mas é preciso ter empatia com o que se vive no mundo. Pense mais.

Apesar de ser uma X, amo a Geração Y. Trabalhar com eles é muito bom. Penso como eles. Em muitas coisas. Aprendamos, X. Especialmente, os Baby Boomers.

“O inimigo de meu inimigo, NÃO é meu amigo. Isso vale tanto para a esquerda que baba ovo para o islã quanto para a direita que idolatra Trump”. (By Gilson Luis da Cunha).

Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email