O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

sábado, 19 de setembro de 2015

Raiva Louca



S-U-R-R-E-A-L. Olha que loucura! Como já disse: XÔ, HATERS!

Não dá para querer que alguém morra. O próximo pode ser... você? Não deseje isso nem para o pior inimigo.


Por que isso? Inspirei-me no texto da coluna "Carta da Editora", de Marta Gleich, da Zero Hora de domingo: 

“Morra de câncer, velho inútil!”


Manter livre (mantenha, Marta!) chama-se liberdade de expressão. Mas com a liberdade, deve vir a responsabilidade. De quem escreve. O comentário. E ainda, deve haver O RESPEITO.

Existe um pensamento de Herbert B. Swope, que gosto e concordo: "Não é possível saber a fórmula do sucesso, mas é possível saber a fórmula do fracasso: tente agradar a todo mundo". Logo, quem faz a diferença, incomoda.

Eu normalmente não insiro comentários nos posts de Veículos. E tenho uma regra pessoal quanto a comunicação escrita: se não tenho nada positivo a falar/escrever, ao fazer uma crítica sobre algo, procuro ser elegante e respeitosa. ESPECIALMENTE quando nesse caso, estou escrevendo em uma página ou perfil que não seja meu.

E mesmo que seja em meus blogs ou em meu perfil em alguma rede social, calma!

Realmente, não entendo o ódio expresso em palavras escritas, que existem pela web.

Ser visceral e "colocar prá fora" uma raiva, falando, é uma coisa. Mas escrever... é estranho.


Mas resolvi fazer uma pequena lista-dicas, que chamo "Técnica aos raivosos de plantão":
1) Se você está com muita raiva, mas muita mesmo, faça um rascunho escrito e deixe guardadinho, em "rascunho" do email ou se não for no email, faça um arquivo no word e deixe arquivado.
2) Vá dormir sem mandar o texto.
3) No dia seguinte, com menos raiva e quando respirou mais, abra o arquivo. Releia ele.
4) Releia de novo.
5) Corrija os erros de português, por favor.
6) Mostre o texto para alguém de sua confiança. Alguém não mais louco que você, sugestão.
7) Pense: preciso mandar MESMO? EU GOSTARIA DE RECEBER ESSE TEXTO? Ele (o texto) demonstra minha educação?

Pensa mais, cabeçudo e cabeçuda. ESPECIALMENTE se essa pessoa que você escreveu não é sua conhecida e nunca lhe fez algo diretamente, lhe parece lógico ofender a pessoa? Sério? Parece prá você? Séééério, continua parecendo? Depois disso tudo, espero que você delete o texto, sem mandá-lo. Mande para a lixeira. E OLHA, VAI LÁ, NA LIXEIRA, E DELETA DE LÁ, TAMBÉM.

Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email