O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

domingo, 13 de setembro de 2015

Educação no hospital. Ou sanatório. Ou necrotério





Já falei sobre educação algumas vezes. Assunto bom. Assunto difícil. Assunto polêmico. Assunto necessário.

E sabe o Mario? Não “aquele que te pegou atrás do armário", por favorzinho! 

Estou falando do filósofo-educador-cabeção e tudo de bom... Mario Sergio Cortella! Veja algumas pérolas do Mário, da sua entrevista “Só um imbecil gostaria de fazer o que não gosta”:

"Um jovem diz: eu quero fazer o que eu gosto. Eu também. Só um imbecil gostaria de fazer o que não gosta. Todo mundo gosta de fazer o que gosta. No entanto, para fazer o que gosta é preciso que dê passos não tão agradáveis no cotidiano. Pois bem, qualquer um sabe que para obter prazer em algo é preciso algumas coisas que não são, no caminho, satisfatórias e prazerosas. Só que essa geração atual foi criada sem esse tipo de transição entre o desejo e o fato, entre a vontade e o sucesso, o anseio e a satisfação. Tem menino de 20 anos de idade que nunca arrumou cama, lavou louça."

E mais: "A tecnologia não pode ser nossa senhora, tem que ser nossa serva."

Eu, Dorizinha, penso que isso é muuuuuuito certo. Qual o mérito em fazer bem aquilo que gostamos? Não muito mérito. O mérito está em realizar bem aquilo que não gostamos e aprendemos a lidar. Vida. Isso é a vida. Que se aprende!

Ainda sobre esse assunto, sugiro ler Uma esperança na escola - Só Notícias
sonoticias.com.br

É um texto do Alexandre Garcia, que é tudo de bom! CONCORDO E MUITO!

Olha uma de suas pérolas do texto:

"A disciplina foi o caminho; a ordem e o respeito aos professores; o estímulo ao compromisso, à verdade, aos valores da família e da cidadania. E não fizeram mais que o óbvio."

E sabe de mais uma coisa? Não é porque "os tempos são outros" que podemos admitir certas coisas em sala de aula ou em qualquer outro lugar.

SE LIGA! Ser uma pessoa que respeita limites não é CHATO nem OBSOLETO muito menos FORA DA CASINHA. Os "mano" e as "mina" tem que "tá ligado" que antes do festerê, tem o trabalhê.

E p.... meu: isso não é chato. Ser eclético significa curtir a festa com a boa VIBE do UHUHU, mas entender que ler um livro até chegar no trabalho pode ser mais SHOW que ficar o tempo todo no Whatsapp ou nos últimos games que todos estão jogando.


E eu não estou falando aqui de jovens, não. Tem muita gente grandinha sem lógica e raciocínio algum. Reflexo de nossa construção medíocre da sociedade.

Se os pais já estão terceirizando a educação, e as escolas fazendo vista grossa em nome da preguiça, da evasão zero ou da necessidade do dindin que entra (transformando-se em FÁBRICA DE DIPLOMAS), vai sobrar para as empresas educarem criaturas que estão cada vez mais, deixando de serem seres humanos.

SENSUALIZE e DIVE menos. Menos SELFIE o tempo todo e mais conteúdo. E se por acaso você for lá e PÁ... TROLE menos, porque quem pode ficar “CHATIADO” é o seu chefinho. E nem sempre ele vai ser DOS SEUS.


SE LIGA, PESSOA.

Dicas bacanas:

A cultura francesa de educação aos filhos (independência e autonomia das crianças desde cedo com responsabilidade): veja o livro "Crianças francesas não fazem manha", de Pamela Druckermann.



Pensamento Reverso: DESCONSTRUIR PARA CONSTRUIR.

Ah, e por que a imagem desse post? Nessas e em outras situações, professor ou o “profe” tem que aguentar essas coisas... e essas ainda são bem “de boa”...

... mas é preciso repensar a educação para repensar a sociedade. Antes que ambos e todos estejamos no hospital. Ou no sanatório? Ou no necrotério? Será que já estamos?

Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email