O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

domingo, 21 de março de 2010

Cadeirantes estão na moda?




Criei uma chamada polêmica, prá exatamente, chamar sua atenção. O que “está na moda”, é discutir sobre seus problemas e sobre sua realidade, e isso é muito bom. Empatia, ou seja, colocar-se no lugar (mesmo aqueles que não o são). E garra prá quem o é.


Você sabe o que são cadeirantes? Definição encontrada na internet: “Pessoa que sofre a ausência da sensibilidade das pernas, ou então, da amputação das mesmas, por conta de algum problema físico ou mental, se tornando dependente da cadeira de rodas para se locomover.”

Esse é um tema atual, e a novela Viver a Vida, da Globo, está fazendo a gente pensar mais a respeito.

Tive uma experiência que me aproximou um pouco do tema. Em 2008 (já escrevi sobre isso nesse blog, por isso não vou me repetir) sofri um acidente que me deixou de muletas alguns meses... e percebi o valor de caminhar. Agradeço todos os dias por caminhar... pois você não tem noção de como é difícil depender de outra pessoa, por mais que essa pessoa nos ame. São vários sentimentos, sensações que só quem passa, sabe a extensão. O valor das pequenas coisas: sentir o vento, a areia tocar os pés, correr prá fugir, caminhar ao lado de alguém... uma cadeira de rodas ou qualquer utensílio de apoio, nos limita. Por isso, não tenho pena de quem tem que enfrentar uma situação assim, ou tem a sua vida completamente mudada por isso. O que sinto com relação as pessoas que passam isso, e buscam a cada dia, pequenas-grandes vitórias, é ORGULHO. ORGULHO pela superação, da dor (gente, isso dói mesmo), da vergonha, da falta de inclusão, da dependência da boa vontade e bom senso de outros... gente, vocês que estão sob a tutela de uma cadeira de rodas ou sei lá mais o que, eu admiro vocês. Vocês são heróis de todos os dias. Chorem, lutem, busquem a melhora. Todos os dias. E descubram outros potenciais em vocês: artistas, escritores, sei lá... descubram algo prá fazer. Não desistam nunca.

E a nós, que não precisamos desse apoio (e podemos passar a precisar de uma hora prá outra, a vida pode mudar a cada neno-segundo), vamos perceber de uma vez por todas que cadeirantes são heróis, lutadores admiráveis. E vamos lutar por melhorias de inclusão em locais públicos, nas ruas, nos centros comerciais, em cada lugar.

A gente nunca sabe quando algo pode acontecer prá qualquer um de nós ou de nossos entes queridos.

Veja quem luta de verdade: http://diversao.terra.com.br/gente/noticias/0,,OI4308119-EI13419,00-ExBBB+Fernando+se+identifica+com+Luciana+de+Viver+a+Vida.html

Veja mais, do blog criado para apoiar o assunto, oriundo da novela que já citei no inicio desse texto: http://www.sonhosdeluciana.com.br/

Gente, esse blog acima é de uma personagem fictícia, mas que está ajudando muita gente DE VERDADE. Por isso, a Globo está de parabéns por essa divina iniciativa. Sei que tem muita gente estimulada com isso... e é lindo!

Não poderia deixar de ilustrar uma cadeirante na vida real, que segue a profissão de modelo (e é citada também no blog da Lu): http://www.clicrbs.com.br/especial/rs/donna/19,211,2821877,Modelo-cadeirante-estrela-campanha-em-Londres.html

Isso é coisa prá ser seguida. Admirada, aplaudida e copiada. Parabéns aos heróis de verdade.

Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email