O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Vem prá rua e desculpa Odebrecht


A imagem inicial ilustra nosso tempo político: muita merda foi feita, e é preciso papel higiênico para limpar isso tudo. Puxa.

E nessa, nos decepcionamos todos os dias. A cada dia, descobrimos mais coisas. E mais. Perdemos a inocência. E a crença em vocês, tios políticos.


E não me venha dizer que é a Mídia a culpada. Ela só divulga. Pode até cometer alguns erros, e os comete. Mas em essência, ainda bem que ela é livre. Não é a toa que alguns pretendiam-na (a Imprensa) ao estilo de Cuba: estatal e controlada. O mal não são os empreendedores. O mal começa por vocês, pobres podres políticos.


É estranho. Mas quem deveria pedir desculpas, não pede. E pior: nega o óbvio. É mais que cara de pau. É ser mau caráter. Desculpe, mas é. Estou falando dos políticos envolvidos em todas as corrupções e o uso de nosso dinheiro em prol de benefícios pessoais.

Falo disso, DO PEDIDO DE DESCULPAS DA ODEBRECHT. Acompanhe, pois o transcrevi:

Desculpe, a Odebrecht errou

A Odebrecht reconhece que participou de práticas impróprias em sua atividade empresarial.

Não importa se cedemos a pressões externas. Tampouco se há vícios que precisam ser combatidos ou corrigidos no relacionamento entre empresas privadas e o setor público.

O que mais importa é que reconhecemos nosso envolvimento, fomos coniventes com tais práticas e não as combatemos como deveríamos.

Foi um grande erro, uma violação dos nossos próprios princípios, uma agressão a valores consagrados de honestidade e ética. Não admitiremos que isso se repita.

Por isso, a Odebrecht pede desculpas, inclusive por não ter tomado antes esta iniciativa.

Com a capacidade de gestão e entrega da Odebrecht, reconhecida pelos clientes, a competência e comprometimento dos nossos profissionais e a qualidade dos nossos produtos e serviços, definitivamente, não precisávamos ter cometido esses desvios.

A Odebrecht aprendeu várias lições com os seus erros. E está evoluindo.

Estamos comprometidos, por convicção, a virar essa página.

Compromisso com o futuro

O Compromisso Odebrecht para uma atuação Ética, Íntegra e Transparente já está em vigor e será praticado de forma natural, convicta, responsável e irrestrita em todas as empresas da Odebrecht, sem exceções nem flexibilizações.

Não seremos complacentes. Este Compromisso é uma demonstração da nossa determinação de mudança:


  • Combater e não tolerar a corrupção em quaisquer de suas formas, inclusive extorsão e suborno.
  • Dizer não, com firmeza e determinação, a oportunidades de negócio que conflitem com este Compromisso.
  • Adotar princípios éticos, íntegros e transparentes no relacionamento com agentes públicos e privados.
  • Jamais invocar condições culturais ou usuais do mercado como justificativa para ações indevidas.
  • Assegurar transparência nas informações sobre a Odebrecht, que devem ser precisas, abrangentes e acessíveis e divulgadas de forma regular.
  • Ter consciência de que desvios de conduta, sejam por ação, omissão ou complacência, agridem a sociedade, ferem as leis e destroem a imagem e a reputação de toda a Odebrecht.
  • Garantir na Odebrecht, e em toda a cadeia de valor dos Negócios, a prática do Sistema de Conformidade, sempre atualizado com as melhores referências.
  • Contribuir individual e coletivamente para mudanças necessárias nos mercados e nos ambientes onde possa haver indução a desvios de conduta.
  • Incorporar nos Programas de Ação dos Integrantes, avaliação de desempenho no cumprimento do Sistema de Conformidade.
  • Ter convicção de que este Compromisso nos manterá no rumo da Sobrevivência, do Crescimento e da Perpetuidade.

A sociedade quer elevar a qualidade das relações entre o poder público e as empresas privadas.

Nós queremos participar dessa ação, junto com outros setores, e mudar as práticas até então vigentes na relação público-privada, que são de conhecimento generalizado. Apoiamos os que defendem mudanças estruturantes que levem governos e empresas a seguir, rigorosamente, padrões éticos e democráticos.

É o nosso Compromisso com o futuro. É o caminho que escolhemos para voltar a merecer a sua confiança.
(Assinado: Odebrecht S.A.)


O preço da solidão, by Onyx Lorenzoni (pesquise sua defesa da sociedade em detrimento de seus “colegas”). Ou melhor: o preço de fazer o certo. De Dalai Lama: "A única coisa que importa é colocar em prática, com sinceridade e seriedade, aquilo em que se acredita."


Vamos apoiar. Sim. Eu apoio. Força! Precisamos da limpeza ética!

E entenda: faz tempo que as redes sociais deixaram de ser apenas virtuais. Elas revelam o que pensamos. Nossos valores. Logo, não pense que a única forma de participar, é na rua.

Manifestações públicas têm a sua relevância, pela força do grupo. Porém, as redes sociais são muito acompanhadas por todos. INCLUSIVE pelas assessorias de comunicação de partidos e políticos. Então, manifeste-se também aqui. De forma firme, porém elegante. Afinal, seu perfil é sua cara. Não ofenda ou agrida. Apenas, expresse-se. E acredite que podemos mudar:



Para que possamos acabar com isso:



PS: Quanto ao pedido de desculpas da Odebrecht...
Enquanto isso...
... quem deveria pedir DE FATO desculpas, vive negando e incitando a discórdia e a desordem.
Quem deveria pedir, não pede. O mal dos líderes populistas. Que estão por todos os lados...
Não vamos repetir o erro. Não importa de que lado ele venha.
Aprendamos com o erro, povo brasileiro. Não sejamos Brasilis.


Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email