O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Preserve a inocência de uma criança


Você conhece a estória a Bela e a Fera? Vou resumir para você (pesquisa da internet):

Essa é a estória de duas pessoas muito diferentes, mas que mesmo assim, venceram os obstáculos e foram felizes.

Em um reino muito distante, existiu um comerciante que tinha uma filha muito linda. E justamente por isso seu nome era Bela, que era uma boa filha: carinhosa, atenciosa, querida e sempre ajudando seu pai a cuidar da casa. Eles se davam muito bem e se amavam muito. Bela cuidava de seu pai, pois já era um senhor de idade e mesmo assim ainda trabalhava para manter o seu conforto e de sua filha.

Até que em um dia como outro qualquer, voltando para casa, o pai de Bela se depara com um lindo jardim de um castelo e decide pegar uma rosa para levar para sua filha. No momento exato em que ele pega a rosa, um homem muito feio desce do castelo e o acusa de roubo, dizendo para o comerciante que ele ficaria preso para pagar pelo que fez. O comerciante, desesperado, pede perdão para o homem, mas nada adianta. Então, pede um pequeno favor: que ele possa ir se despedir de sua filha. O homem feio então permitiu que o velho fosse se despedir.

Chegando lá, Bela ficou horrorizada com a notícia que recebeu de seu pai e diz que vai com ele tentar conversar com o tal homem. Quando chegam no castelo, Bella suplica para o homem feio que deixasse seu pai ir embora pois ele estava velho demais e não aguentaria. O homem então permitiu que eles trocassem: o pai voltaria pra casa e Bela ficaria presa no castelo. O pai, então, foi muito triste para casa.

Bela demorou a acostumar-se com a casa e aquele homem feio. Mas com o passar do tempo, a intimidade entre ambos foi crescendo e o homem revelou que seu nome era Fera. Começaram a conversar no jardim, ler, almoçar e jantar juntos. Até que um dia, os dois se vêem fascinados um pelo outro e dançam no salão do castelo. Fera gostava tanto de Bela que permitiu que ela fosse visitar seu pai depois de tanto tempo. Então Bela foi ver seu pai, e ao voltar ao castelo, encontrou Fera muito doente, quase morrendo. Bela então perguntou o que tinha acontecido, mas Fera estava tão abatido que não conseguia responder. Bela se declara a Fera e em seguida beija seu rosto.

No mesmo momento, Fera começou a se transformar, a ter outra feição. Fera se transformou em um lindo príncipe e explica para Bela que uma bruxa o tinha enfeitiçado a muito tempo, e que o feitiço só seria desfeito se alguém que o amasse de verdade, o beijasse.

Depois disso, Bela e Fera se casaram e viveram felizes para sempre.

A rosa dada pelo pai a Bela é um símbolo de virgindade, e da aceitação do pai ao crescimento e amadurecimento da Bela, que já estava ficando adulta.

Moral da história original: Do ponto de vista de uma criança, o sexo pode ser assustador ou bestial, mas para um adulto, é uma coisa maravilhosa. 

Proteja a pureza da natureza de uma criança. Não lhe tire a esperança. E muito menos, não antecipe o que não deve ser antecipado: o sexo. Respeite o crescimento saudável de uma pessoa e defenda-a com unhas e dentes. Grandes traumas adultos são de ordem sexual, originados na infância. Respeite o tempo de ser criança de uma pessoa que um dia terá tempo para amadurecer. Para que adultos deixem de ser crianças e crianças não sejam adultos.



Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email