O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

domingo, 17 de janeiro de 2010

Mudanças e o desapego: PANTA REI




Tem coisas que a gente não consegue nem com todo dinheiro do mundo. Até mesmo, porque tudo passa. Tudo sempre passará.

Coisas ruins, boas, ser gordo, magro, estar casado, solteiro, atuar num oficio profissional, ter dinheiro, não ter dinheiro... mesmo a saúde, infelizmente, pode nos abandonar. Tudo passa.

Mudamos de casa, cidade, país... Ou não. Mas o mais importante é o desapego. Saber que as coisas, os lugares e até mesmo as pessoas, não são EU. Elas não me fazem, mas ajudam a construir-me, mas não são EU. Podem fazer parte, mas não são EU.

Preciso estar ciente de que as coisas passam, mudam. As pessoas mudam.

O que é o desapego? Veja um pouco, aqui: http://www.culturabrasil.pro.br/desapego.htm

Mas e nas empresas, também é preciso ter o desapego? “Não é a espécie mais forte que sobrevive, nem a mais inteligente, mas aquela que melhor corresponde às mudanças.” (Charles Darwin)


E no amor? “Amar é ter um pássaro pousado no dedo. Quem tem um pássaro pousado no dedo sabe que, a qualquer momento, ele pode voar.” (Rubem Alves)

Panta Rei: Heráclito de Éfeso, um filósofo que viveu por volta de 480 a. C. dizia que tudo passa. A expressão grega Panta Rei surge da noção de que tudo é móvel, transitório, passageiro. Para ilustrar essa afirmação, Heráclito usava a metáfora do rio: “Não é possível banhar-se no mesmo rio duas vezes. Afinal, as águas que correm no leito do rio nunca são as mesmas, afinal, tudo passa!”

Nossas vidas estão impregnadas de Panta Rei. Nossos corpos mudam, nossas idéias mudam, nossos empregos mudam… enfim, nunca atravessamos o mesmo rio duas vezes!

Veja mais: http://pt.wikipedia.org/wiki/Her%C3%A1clito_de_%C3%89feso

Porque não levar a vida de forma mais fluída, ao estilo do pensamento do Homer, que ilustra esse texto? Nunca queira comprar um dinossauro, nunca queira. Você não vai conseguir.

Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email