O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Gente instantânea: de Teló a Luiza



Alguns gostam, outros não. Alguns criticam, outros não. Tem todo o tipo de gente no mundo, que acredita em todo tipo de gente. De coisa. Situação.

Gente instantânea. Sucesso efêmero. Tempos de BB. Ou BBB. Tempos de gente a jato, que a gente conhece por acaso. Ou não.

A fama efêmera provoca a muitos... tenta a tantos. Ajuda a alguns. Contribui com uma mensagem ao mundo. Ou não.

Um caso triste de “sucesso”: A MORTE DA JUIZA

Patricia Acioli, juíza linha-dura com grupos de extermínio de São Gonçalo, é morta na porta de casa http://extra.globo.com/casos-de-policia/patricia-acioli-juiza-linha-dura-com-grupos-de-exterminio-de-sao-goncalo-morta-na-porta-de-casa-2438304.html

Veja o que escreveu um promotor (Alexandre Cruz), na internet:

O episódio da morte da juíza Patrícia Acioli, ocorrido na última semana na cidade de Niterói, estado do Rio de Janeiro, expõe uma triste realidade: no país da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016, o crime organizado alcançou níveis alarmantes, parecendo não haver mais limites para sua ousadia. Se é certo que a acentuada desigualdade social atua como fator criminógeno, não parece ser menos certo que a impunidade tem papel decisivo na escalada da criminalidade. E a questão tem aspectos de difícil contorno http://www.atribunanet.com/noticia/a-morte-da-juiza-o-crime-organizado-e-as-algemas-estatais-68386

Um caso emocionante: ALICE PYNE E O CÂNCER

Ao postar uma lista de desejos para cumprir antes de morrer, uma adolescente britânica de 15 anos com câncer terminal teve mais de 230 mil visitas em seu blog - e muitas promessas de ajudá-la a cumprir sua meta.

"Eu sei que o câncer está me vencendo e não parece que eu vou vencer esta. É uma pena, porque há tanta coisa que eu ainda queria fazer", escreveu Alice Pyne.

Veja a lista dela:

Nadar com tubarões
Fazer todos assinarem lista de doadores de medula óssea
Viajar ao Quênia (não posso viajar para lá agora, mas gostaria)
Inscrever a cachorra Mabel em um concurso
Fazer uma sessão de fotos com 4 amigas
Ter uma sessão privada de cinema com as melhores amigas
Desenhar uma caneca para vender para caridade
Viajar em um trailer
Passar uma noite em um trailer
Ter um iPad roxo
Ser uma treinadora de golfinhos (também não posso mais fazer esta)
Encontrar a banda Take That
Ir ao Cadbury World (parque temático da fábrica) e comer um monte de chocolate
Tirar uma boa foto com a Mabel
Ficar em um quarto de chocolate no (parque de diversões) Alton Towers
Fazer meu cabelo, se alguém puder fazer algo com ele
Fazer uma massagem nas costas
Ver baleias

Veja o site/blog original: http://alicepyne.blogspot.com/

Uma reviravolta na vida: O MENDIGO QUE VIROU LOCUTOR DE RÁDIO

Um mendigo, morador de uma rua da cidade de Columbus, estado de Ohio, nos EUA, ficou famoso depois que um vídeo em que ele falava com uma bela voz de locutor, foi publicado no Youtube.

Ted Williams ficou famoso em 24 horas e seu vídeo teve 10 milhões de visualizações, após o jornalista e cinegrafista amador Doral Chenoweth fazer a filmagem do homem que segurava uma placa com o escrito: "Tenho o dom divino da voz, sou um ex-locutor de rádio que caiu em desgraça". Williams começou a carreira de locutor aos 14 anos, teve algum sucesso, mas depois destruiu sua vida por causa das drogas, passando 10 anos vivendo nas ruas.


Um caso de sucesso a jato: LUIZA. DO CANADÁ PARA O BRASIL. OU VICE-VERSA.

Tudo começou com um anúncio sobre o lançamento de um prédio residencial veiculado na Paraíba.

Na propaganda, Geraldo Rabello, pai de Luiza, fala sobre o empreendimento e cita que convidou toda a família para falar da novidade, menos Luíza, de 17 anos, que estaria no Canadá, fazendo intercâmbio. Bastou uma frase para que um novo meme fosse gerado.


Depois desse comercial, Luiza voltou do Canadá e passou a fazer sucesso. Até quando, será? Veja um pouco mais aqui: http://www.youtube.com/watch?v=9gr0IST88GI&feature=related

E as criticas: http://www.youtube.com/watch?v=j_CUqLslASQ&feature=fvwrel

Olha, tem os dois lados. Diversão, celebridade instantânea, ok. Mas na real, o Nascimento pode ter razão: nós já fomos mais inteligentes. Ou será que fomos, Nascimento? Ás vezes, tenho minhas dúvidas. Veja aqui: http://www.youtube.com/watch?v=j_CUqLslASQ&feature=fvwrel

Bem, a favor ou contra, goste ou não goste, o fato é que não existe mais volta: estamos na época das pessoas instantâneas. Gente instantânea.

Ah, eu quase ia esquecendo:

“Nossa, nossa, assim você me mata. Ai se eu te pego, ai se eu te pego!”

Um comentário:

Por que você faz poema? disse...

Gente instantânea
é igual a água em pó.

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email