O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Esse blog no Face. Book. Surreal.



Um mundo surreal? Facebook? Algo que existe, ou não? Como já escrevi outras vezes, o problema não é a ferramenta, mas quem a usa. COMO a usa. E é errado curtir? Claro que não! É legal, mas ei, tem que entender, que o mundo não é só feito de...



Pois é. Resolvi divulgar esse meu blog no face. Tô falando do facebook. Não FAKEBOOK, never! O que me inspirou? Vi uma matéria em Zero Hora desse domingo (hoje, 17 de fevereiro de 2013), que foi bem interessante, falando desse mundo do Facebook e apresentando o Fakebook (fake de "falso", em inglês).

Em resumo, fala dos efeitos do facebook, citando como reações a "Espiral da Inveja", gerada pelo face, onde as pessoas somente inserem fotos de uma vida maravilhosa. A base da matéria foi gerada de uma pesquisa realizada por duas universidades alemãs, divulgada em janeiro, que "detectou que mais de um terço dos usuários do Facebook enfrenta sentimentos negativos, como frustração, depois de visitar os perfis dos amigos." Como eu não faço parte (nem meus amigos), desse um terço, "tamo fora"!


Bem, se é prá divulgar, tô dentro. Tô me divulgando! Mas eu não sou FAKE, NEVER! E aproveito o FACEBOOK como uma ferramenta de Network. E Netlive, das melhores. Mas que a gente vai ter que administrar MELECAS DA VIDA, vai sim. Boa sorte. Prá nós todos.

Ah, no Facebook, procura por BLOG THUNDERCAT e me curte lá. É para o bem. Da vida real!

2 comentários:

Por que você faz poema? disse...

Lancei um livro e nem consegui entrar para divulgar, deixei que meus amigos fizessem isso, não tenho paciência para o mundo pessoal e colorido de cada um ou o excesso de rancor ou maledicência, para isso basta a vida real.

Dóris Hess disse...

Querido! Se achar legal, posso divulgá-lo no meu Blog ESCAMBO DE GENTE, é só me mandar por email, ok?

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email