O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Liderança e os 04 elementos




A Síndrome do “eu sou o rei” ou pessoas que precisam de súditos. Um dos males do século. E qual a relação da liderança e dos 04 elementos? Você já vai entender.

Tem gente que não merecia estar nesse mundo. Definitivamente, o que faz de mais útil, é mandar. Mas ei, até para mandar, você tem que saber mandar. Não ser arrogante, e não implorar. Essa é uma mescla interessante... e difícil. Uma habilidade que algumas pessoas, não tem. Conheço algumas... e prefiro não citá-las. Porque não sou mazinha, tá?

Mas cada um de nós deve conhecer algumas. Uma lista enorme, com certeza. E infelizmente.

Nossa, e como tem gente assim. São pessoas arrogantes, que usam do poder que tem, seja por cargo/família ou dinheiro. Mas lembrem: títulos e dinheiro são efêmeros. O que a gente é por dentro, isso é prá sempre. E ninguém muda.

Cara, isso é incrível. Que existam pessoas que não “se tocam”, não percebam isso. São inconvenientes... desrespeitosas, arrogantes e até mesmo, nojentas. Ui.

Na real, liderança é uma arte. Não é prá qualquer um. Andei pesquisando, e deixo aqui algumas dicas de sites especializados:

http://www.rh.com.br/Portal/Lideranca/Artigo/5960/lideranca-nas-organizacoes.html

http://www.fiescnet.com.br/senai/conhecimento/arquivos/anais/DraAline/AImportanciaDoPapel-PatriciaMiranda.pdf

Liderar sem arrogância e trabalhar em equipe é como os 04 elementos: um depende do outro, e um não vive sem o outro. E cada qual, a seu tempo: terra, fogo, água e ar. Liderança compartilhada.

Terra: Envolve a capacidade de lidar com os aspectos materiais e concretos da vida e das situações.

Fogo: É a intuição ou a capacidade de antecipar o futuro através do entendimento imediato ou não de qualquer situação. Está ligada a evolução e mudanças.

Água: Ligado a sentimentos e emoções, maior ou menor capacidade de envolvimento com pessoas, ambientes e atividades.

Ar: Atuante na capacidade intelectual, ordenação mental e aprendizado, em atividades intelectuais e capacidade de se relacionar. Envolve as idéias, o planejamento.


Como curar a síndrome que falei acima, a do "eu sou o rei” (claro que também pode ser rainha...)? Simples: o antídoto está em termos menos súditos e mais equipes, mais parceiros de ações, mais pessoas envolvidas em fazer a coisa acontecer. Aí, quem manda é quem melhor faz. E existirão mais líderes que acima de planejar, sabem também colocar a mão na massa. Ou se não colocam, ao menos respeitam aqueles que colocam. Fazer e fazer acontecer é mais importante que mandar fazer. Não mandar por mandar, mandar como mandão. Como mandona. Ou porque “eu sou o chefe”. Ou porque “eu sou a dona.” Somos chefes e donos temporários. Sempre, nada é para sempre.

Um comentário:

Karime disse...

Guria, teu post veio muito a calhar. A pior burrada da vida é trabalhar com um amigo-chefe. Xi, dá a maior confusão.
Liderança, autoritarismo e amizade, confundem-se facilmente.
Beijos

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email