O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

2012: acredite ou não, ele virá



Tem situações que fazem a gente querer enfiar a cara num buraco, e fugir. Fugir da real. Ou daquilo que parece ou pode ser real.

O filme "2012" é realmente uma coisa, falando-se em polêmica. Na real, tem gente que nunca ouviu falar da Teoria dos Maias, e eu tive acesso a essa teoria graças a um amigo querido (valeu, Rodrigo Bro!), que no mínimo um ano antes de se saber qualquer coisa sobre o filme (sem nem ao menos ser de conhecimento público que haveria um filme sobre o assunto), me falou sobre 21/12/2012. Trocamos algumas idéias a respeito, e eu passei a ler mais sobre o assunto.

Se eu acredito? Bem, não sei se acredito. Ou se desacredito. Quem sou eu prá um ou outro? Quais as teorias que poderia desenvolver? Afinal, sou apenas curiosa, não estudiosa sobre o assunto.

Mas voltando ao filme: assisti e gostei. Claro, é uma produção hollywoodiana, e até por isso, conteúdo nem sempre é tão relevante...

Mas minha expectativa não era desvendar o mistério: apenas pensar a respeito, e apreciar o momento como entretenimento. O filme não tem a pretensão de esclarecer, e sim de levantar a questão, ao meu ver. E nisso, ele cumpre sua função.

Veja o que encontrei na Internet:

Mas o que acontecerá na fatídica data de 21 de dezembro de 2012?

Para muitos será o dia da aniquilação da raça humana devido a uma inversão dos pólos da Terra. Como isso seria possível? Devido a distúrbios nos campos magnéticos do Sol que, gerando colossais tormentas solares, afetarão a polaridade de todo o nosso planeta. Resultado: o campo magnético terrestre se inverterá imediatamente, com conseqüências catastróficas para a humanidade. Violentos terremotos demolirão todos os edifícios, alimentando tsunamis colossais e atividade vulcânica intensa. Na verdade, a crosta terrestre deslizará, arremessando continentes a milhares de quilômetros de sua localização atual.

Outros falam que grandes cataclismos serão gerados devido a passagem de um astro/cometa/planeta perto da Terra. Seria o “abominável da desolação” de Jesus, a “abominação desoladora” do profeta Daniel, a “grande estrela ardente com um facho, chamada "absinto” do Apocalipse de João, a “grande estrela“, “o grande rei do terror“, “o monstro” ou “o novo corpo celeste” de Nostradamus, o “astro Intruso” ou “planeta higienizador” de Ramatis, o “planeta chupão” citado por Chico Xavier, ou o “planeta X” procurado pelos astrônomos, ou o “12º planeta” de Zecharia Sitchin, ou o “Nibiru/ Marduk” dos Sumérios, ou ainda o “Hercólubus” da turma da Gnose. Para os cientistas da NASA a data será marcada pelas piores tormentas solares da história.

Para os governos e a ONU algo terrível está para ocorrer com nosso planeta, por isso foi inaugurado no início de 2008 o “cofre do fim do mundo” que visa abrigar sementes de todas as variedades de plantas conhecidas no mundo com valor alimentício.

Outros esperam pelo “Juízo Final”, a separação espiritual do “joio e do trigo”, que se dará com a chegada de Jesus Cristo (ou numa visão mais moderna dos extraterrestres) e colapso total da civilização humana baseada no materialismo/egoísmo (fim do sistema econômico) e início de uma nova civilização voltada ao espiritualismo, amor e fraternidade. Nesta mesma linha de “juízo final”, outros falam que a chegada dos extraterrestres se dará após um cataclismo provocado pela passagem do “segundo sol”.

Ainda nesta teoria de colapso total da civilização humana devido a catástrofes e/ou fim do sistema econômico/materialismo, leia também as profecias dos Maias que falam sobre isso. Não podemos esquecer que na visão espiritualista do “fim do mundo”, o lado material (catástrofes, fim do dinheiro, materialismo, consumismo) é colocado em segundo plano. Não que isso não acontecerá. Eles falam que sim, mas o que vai separar um mundo do outro é uma mudança consciencial: a consciência egoísta e individualista “sou ser humano, pertenço ao planeta Terra” morrerá e nascerá a consciência universalista “sou a encarnação de um espírito, pertenço ao Universo”.

Para os WebBots algo devastador vai ocorrer em 2012. Como pode ver, muitos têm a sua versão do que vai ocorrer em 2012 (ou antes).

Mas se notar você vai ver que não será o “fim do mundo”, mas o fim de um tipo de mundo. Não nos restam dúvidas que a nossa civilização está à beira do colapso. Prova maior disso é a atual crise financeira mundial e o aumento das catástrofes naturais, além do agravamento da violência e distúrbios psicológicos. Qualquer um que usar a inteligência deve compreender que, se não houver uma mudança radical em nossa forma de viver, nossa sociedade não terá como sobreviver por mais 10 anos.

E veja mais esses sites:

http://www.youtube.com/watch?v=0-Crb_u3yys
http://pt.wikipedia.org/wiki/Fen%C3%B4meno_2012

Bem, eu (Dóris), digo: por via das dúvidas, é melhor a gente ficar atento e escolher lugares bem altos prá ficar nesse dia. E é claro, ficar ao lado das pessoas que a gente mais ama. Independente de qualquer resultado, no mínimo, a gente vai poder dar uns bons beijinhos... e morrer abraçadinho, se for o caso. Ai, que tétrico (ou seria romântico?)!

E outra questão: fique alerta aos oportunistas de plantão. Morrendo ou não com a gente, eles estão sempre a espreita de alguém menos avisado... e ingênuo.

Ah, e essa pergunta foi a vencedora em um congresso sobre vida sustentável: “Todo mundo 'pensando' em deixar um planeta melhor para nossos filhos... Quando é que 'pensarão' em deixar filhos melhores para o nosso planeta?”

Putz, essa acima é verdade. Pura verdade. Para isso, não dá prá enfiar a cabeça na terra, como avestruz. Não dá prá fugir dessa verdade.

E agora, prá descontrair e ficar mais inteligente até 2012, faça esse teste: http://www.interney.net/testes/teste017.php

Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email