O que você encontra aqui?

Coisas do mundo e conceitos da autora, que tem uma visão contemporânea do comportamento humano.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

O machismo é uma tragédia diária



E o ano começou triste. Triste tragédia. Anunciada. Pela loucura pessoal. E por favor: sem conotações políticas para a situação. Culpas atribuídas à Política. Não, por favor. Patologias existem. Não existem culpados. Existe O culpado: o próprio psicopata.

Não "viaje" nas teorias da conspiração. HELLO. Não entre nessa "pilha". De pilhagem. Estou falando disso: http://veja.abril.com.br/brasil/autor-de-chacina-executou-filho-com-tiro-na-cabeca/

Absurdo. Existem muitos Sidneis pelo mundo. Soltos em sua loucura. Loucos machistas misóginos psicopatas.

Sou heterossexual, branca e venho de uma realidade relativamente privilegiada. Mas isso é um detalhe. Ou não. Só tenho um detalhe que me faz passar por algumas questões chatas da vida: sou mulher (e amo ser). Porque mulher passa por cada situação!

Tenho visto muita, mas muita intolerância. E esse texto, vai tratar da intolerância com as feministas. Algo que tenho visto crescer demais. E NÃO, não sou feminista.

Mas agradeço muito do que se conquistou de relativa igualdade, a elas. E não, homens e mulheres não são iguais. Mas existem situações, que deveriam ser tratadas de forma menos machista. E não vou aqui explicar o que é machismo. Mas você vai entender.

Só não vê o machismo, quem é machista. Ou cego perante a realidade. Ou, na pior hipótese, mulheres que querem ficar “de boa” com homens. Machistas. Em qualquer hipótese, acorde.

E sim: existem feministas que abusam do ridículo. Aquela estorinha de urinar de pé... não precisava, né mesmo? Vamos gastar energia com o que deve ser gasto, ok? Até para não perder o crédito do que se busca.

O machismo fez, faz e infelizmente fará mal a muito e por muito tempo. De novo: só não vê, quem não quer ver. Ou é.


A imagem acima retrata uma realidade muito real. Mas não vale só para aquelas que passaram. Vale também para aquelas que QUASE passaram. Às vezes, só nos resta dizer: "QUASE. Ufa".

PENSE MAIS. Conheço muita gente que defende que bandido não merece perdão.

Em algumas circunstâncias, concordo com eles.

Afinal, existem tantas pessoas do bem que são assaltadas e tem suas vidas afetadas para sempre. Sim. Mas é estranho que, essas mesmas pessoas que acreditam nisso, não defendem que a culpa SEMPRE é do estuprador. NUNCA da vítima.


Adorei. Quando li o texto que ela se refere (do Paulo Germano, sobre a Madonna, veja link abaixo), confesso que me decepcionei com ele, o Paulo. Mas não o critiquei. Pois respeito o direito de expressão.

Afinal, aquela é uma opinião. A pena é que como ele é formador de opinião, ele influencia. E sinceramente, não precisamos de mais influências para mais visões machistas.

Não sou feminista, mas reconheço tudo o que bem conquistamos graças às feministas. E apesar de não ser feminista, jamais suportei qualquer atitude machista. Seja praticada por um homem, ou uma mulher. E creia: o mundo é machista demais. E o pior, é que é machista em excesso porque muitas mulheres validam essas atitudes machistas.


E falando em coisas grotescas... essa é, de longe, a campanha mais grotesca que já vi. E observei que, ABSURDAMENTE, a empresa continua com essa linha de Comunicação. É mais absurdo ainda, que existem aqueles que apoiam isso. E é surreal, que MULHERES apoiem isso. Oi? De volta ao grotesco. Século 15?

O que essas pessoas bebem? De onde surgiram? Do que sobrevivem?


E mais coisas grotescas. Veja essa página (no Facebook):


Alguns links que indico:


Nenhum comentário:

EBAAAA! Bom te ver!


Penso, logo, existo. E... se você está aqui, quer saber como eu penso. Se quer saber como eu penso, no mínimo, é curioso.


Curiosos ALOHA fazem bem para o mundo. Então, é nós no mundo, porque não viemos aqui a passeio!


Busco uma visão de longo alcance, sem aceitar verdades absolutas, preservando valores ALOHA, que são o ideal para um mundo mais honesto e verdadeiro.

Assuntos desse blog

Siga-me por email